Em jogo de sete gols, Botafogo é atropelado pelo Grêmio no Nilton Santos

Na noite desta segunda-feira (8), o já rebaixado Botafogo enfrentou o Grêmio para cumprir tabela e foi derrotado pelo placar de 5×2. A partida, válida pela 35ª rodada do Brasileirão, serviu para a equipe gaúcha reencontrar o caminho das vitórias após sete rodadas e se firmar no G-6. O Glorioso permanece na lanterna da competição, com apenas 24 pontos. A equipe, comandada pelo interino Lúcio Flávio, entrou em campo com uma equipe recheada de jovens, sendo oito formados nas categorias de base. Os gols do Imortal foram marcados por Alisson, Jean Pyerre, Churín de pênalti, e Matheus Henrique, duas vezes. Rafael Navarro e Matheus Babi descontaram para a equipe carioca.

O placar elástico evidenciou não só a diferença técnica entre as duas equipes, mas também a inexperiência dos garotos alvinegros. Além disso, vale destacar o desequilíbrio do time carioca, que fez dois gols e criou diversas oportunidades de perigo no ataque, mas sofreu com outra atuação desastrosa de seu sistema defensivo.

Primeiro Tempo

Apesar do resultado, quem começou melhor a partida foi o Botafogo. Aos cinco minutos da primeira etapa, o Glorioso já havia finalizado com perigo três vezes: com Caio Alexandre, Rafael Navarro e José Welison. No entanto, repetindo um problema constante na temporada, o alvinegro tomou um gol quando se encontrava superior no jogo. Na sua primeira chegada, aos seis minutos, o Grêmio abriu o placar com Alisson, após bela troca de passes na entrada da área. Com o gol, a equipe gaúcha cresceu e passou a dominar as ações. Não demorou muito até o segundo gol sair. Aos dezesseis minutos, Jean Pyerre ampliou em bela cobrança de falta. Após os gols, o Botafogo perdeu intensidade e só ameaçou a meta de Paulo Victor em uma oportunidade, aos trinta minutos, quando Paulo Miranda salvou uma finalização de Rafael Navarro em cima da linha. O Grêmio, comandado por Maicon, que ditou o ritmo no meio-campo com muita qualidade, manteve bom volume de jogo e chegou com perigo outras duas vezes.

Segundo Tempo

Comments

Na noite desta segunda-feira (8), o já rebaixado Botafogo enfrentou o Grêmio para cumprir tabela e foi derrotado pelo placar de 5×2. A partida, válida pela 35ª rodada do Brasileirão, serviu para a equipe gaúcha reencontrar o caminho das vitórias após sete rodadas e se firmar no G-6. O Glorioso permanece na lanterna da competição, com apenas 24 pontos. A equipe, comandada pelo interino Lúcio Flávio, entrou em campo com uma equipe recheada de jovens, sendo oito formados nas categorias de base. Os gols do Imortal foram marcados por Alisson, Jean Pyerre, Churín de pênalti, e Matheus Henrique, duas vezes. Rafael Navarro e Matheus Babi descontaram para a equipe carioca.about:blank

O placar elástico evidenciou não só a diferença técnica entre as duas equipes, mas também a inexperiência dos garotos alvinegros. Além disso, vale destacar o desequilíbrio do time carioca, que fez dois gols e criou diversas oportunidades de perigo no ataque, mas sofreu com outra atuação desastrosa de seu sistema defensivo.

Primeiro Tempo

Apesar do resultado, quem começou melhor a partida foi o Botafogo. Aos cinco minutos da primeira etapa, o Glorioso já havia finalizado com perigo três vezes: com Caio Alexandre, Rafael Navarro e José Welison. No entanto, repetindo um problema constante na temporada, o alvinegro tomou um gol quando se encontrava superior no jogo. Na sua primeira chegada, aos seis minutos, o Grêmio abriu o placar com Alisson, após bela troca de passes na entrada da área. Com o gol, a equipe gaúcha cresceu e passou a dominar as ações. Não demorou muito até o segundo gol sair. Aos dezesseis minutos, Jean Pyerre ampliou em bela cobrança de falta. Após os gols, o Botafogo perdeu intensidade e só ameaçou a meta de Paulo Victor em uma oportunidade, aos trinta minutos, quando Paulo Miranda salvou uma finalização de Rafael Navarro em cima da linha. O Grêmio, comandado por Maicon, que ditou o ritmo no meio-campo com muita qualidade, manteve bom volume de jogo e chegou com perigo outras duas vezes.

Segundo Tempo

A segunda etapa começou bastante movimentada. Nos primeiros minutos, o jovem Matheus Nascimento arriscou uma bicicleta, que passou por cima do gol. Já aos cinco minutos, após Romildo tentar travar uma finalização de Pepê dentro na área, o árbitro analisou o lance no VAR e marcou pênalti para o Grêmio. Churín deslocou Diego Loureiro e ampliou. Poucos minutos depois, o Glorioso respondeu com Rafael Navarro, que após belo passe de Cesinha, recebeu em profundidade nas costas de David Braz, tirou do goleiro e diminuiu. A equipe carioca se animou após o gol e chegou a criar algumas oportunidades. Contudo, essa empolgação não durou muito tempo: Matheus Henrique fez dois golaços, um de fora da área, e outro após assistência de letra de Isaque. Matheus Babi, que entrou no lugar de Romildo, descontou de cabeça e deu números finais a partida, 5×2.