NFL: Assim como Steve Young fez com Joe Montana, Garoppolo tenta sair da sombra de Tom Brady

Há quem diga que a transição de quarterbacks do San Francisco 49ers nas décadas 80/90 foi a melhor de todos os tempos. Joe Montana saiu, Steve Young entrou. Ambos os jogadores se encaixam facilmente na lista de melhores da história da NFL.

Quem também entra nessa lista é Tom Brady, detentor de seis anéis de Super Bowl pelo New England Patriots.

Desta forma, Jimmy Garoppolo, que disputa o Super Bowl LIV como titular dos 49ers no dia 2 de fevereiro, é um jogador que tem em quem se inspirar – tendo começado na sombra de Brady e, mais tarde, se mudado para a franquia de Montana e Young.

Entre esses, Young deve ser o maior espelho para Garoppolo, afinal, como ele, Young começou sua carreira esquentando o banco para um dos maiores.

Para se espelhar

Young chegou aos Niners aos 26 anos, sem muita moral, considerado um bust após duas temporadas fracas no Tampa Bay Buccaneers. Ele foi trocado em 1987, chegando para ser reserva de Joe Montana, que já havia conquistado dois títulos da liga até então.

Os anos se passaram e Young conquistou dois títulos da liga, do banco, enquanto Montana fazia cada vez mais história. Sua oportunidade de comandar o time chegou só quatro temporadas depois, em 1991, quando o titular lesionou o cotovelo e perdeu a temporada.

O sucesso não foi imediato, mas os anos de aprendizado com um dos melhores já pareciam fazer efeito.

Na temporada seguinte, Montana foi para o Kansas City Chiefs e Young só cresceu, chegando a conquistar outro Super Bowl com a franquia, o primeiro como titular (1994) e o último da franquia californiana até hoje.

Coincidências?

Adivinha quem também chegou aos Niners com 26 anos? Jimmy G, é claro. O passado de Garoppolo é parecido com o de Young, se não mais promissor.

O quarterback foi draftado pelos Patriots em 2014, e ficou duas temporadas sem oportunidades. No seu terceiro ano, 2016, Brady foi suspenso, dando chance ao jogador, que venceu as duas partidas da qual foi titular e animou os torcedores pelo ótimo desempenho. No entanto, se lesionou também.

No meio de 2017 veio a troca. Os Niners apostaram alto pelo reserva de Brady. Mesmo com aquela temporada arruinada, a franquia venceu as cinco partidas disputadas com Garoppolo atrás do center.

2018 parecia ser o ano, mas Jimmy se machucou de novo, na terceira semana.

Só agora chegou a hora de Garoppolo. Com a temporada quase impecável de 2019, os 49ers finalmente podem vencer o Super Bowl novamente.

“Ele foi notável neste ano porque é mais velho, mas ainda assim, essa é sua primeira temporada completa”, afirmou Young no podcast 49ers Insider.

Steve Young só teve sua primeira temporada completa aos 31 anos. Jimmy Garoppolo, aos 28.

Em várias oportunidades Young afirmou que todos os anos absorvendo aquilo que Montana passava foram cruciais no seu sucesso mais tarde assim como foi com Garoppolo e Brady.

Essa fórmula parece funcionar em San Francisco.

Enquanto isso, na costa Leste…

Tom Brady teve um declínio em seu rendimento e seu contrato expira no início da próxima temporada, se tornando um agente livre.

O lendário quarterback já tem 42 anos e afirmou que está “aberto” para negociar com qualquer franquia da liga.

Isso deixa a questão: trocar Garoppolo em 2017 foi um erro de Bill Belichick e companhia?

Fonte: https://www.espn.com.br/nfl/artigo/_/id/6549858/nfl-assim-como-steve-young-fez-com-joe-montana-garoppolo-tenta-sair-da-sombra-de-tom-brady