New England Patriots coloca Josh Gordon na injured reserve; veja boletim de lesões

O New England Patriots colocou o wide receiver Josh Gordon na injured reserve devido a uma contusão no joelho.

A informação foi confirmada pelos jornalistas Tom Pelissero, da ‘NFL Network’, e Field Yates, da ‘ESPN’ norte-americana.

Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, noticiou que os Patriots planejam dispensar Gordon quando ele estiver totalmente saudável, o que permitiria que ele acerte com outro time.

Gordon vinha atuando com uma lesão no joelho esquerdo e, então, saiu durante a vitória sobre o New York Giants, no dia 10 de outubro, quando ele machucou o joelho enquanto tentava fazer um tackle depois de um fumble dos Pats. Isso agravou dois problemas ósseos no local com os quais ele vinha atuando.

O wideout ficou fora da vitória por 33 a 0 sobre o New York Jets, no último Monday Night Football.

Em seis jogos disputados com a camisa da franquia de Foxborough nesta temporada 2019, Gordon somou 20 recepções para 287 jardas e um touchdown. Ele vinha sendo titular ao lado de Julian Edelman.

Os Patriots têm Edelman, Phillip Dorsett e o recém-adquirido Mohamed Sanu (obtido em troca com o Atlanta Falcons) liderando o grupo de wide receivers. Além deles, o calouro N’Keal Harry, selecionado na primeira rodada do draft de 2019, estará elegível para jogar no dia 3 de novembro, contra o Baltimore Ravens, após ser designado para retornar da IR, onde ele estava desde antes do início da temporada devido a uma lesão no joelho.

Os free agents não draftados Jakobi Meyers e Gunner Olszewski completam o grupo de WRs.

Os Patriots devem usar a última vaga de designação para retornar da IR com o offensive tackle Isaiah Wynn, o que deve significar que a temporada de Gordon nos Patriots está encerrada. Vale lembrar que cada time da NFL só pode designar dois jogadores para retornarem da injured reserve durante a temporada.

Confira mais notícias de lesões e outras movimentações de elenco na NFL nesta quarta (23):

– No Kansas City Chiefs, o quarterback Patrick Mahomes treinou de forma limitada nesta quarta, menos de uma semana depois de sofrer um deslocamento na patela do joelho direito durante a vitória sobre o Denver Broncos, no Thursday Night Football da semana 7.

O técnico Andy Reid disse antes do treino que o quarterback reserva Matt Moore, que substituiu Mahomes no restante do duelo contra os Broncos, receberia “uma boa porcentagem das repetições” durante as atividades.

“Nós vamos apenas ver como ele passa e avaliá-lo a partir daí”, falou o head coach sobre Mahomes, que é o atual MVP da NFL.

Moore disse que não falaram nada para ele se ele será titular no Sunday Night Football deste final de semana contra o Green Bay Packers, no Arrowhead Stadium.

Durante os primeiros 15 minutos de treino que foram abertos à imprensa, Mahomes fez alongamento e correu com seus companheiros. Logo depois, ele se juntou aos QBs para fazer alguns lançamentos, incluindo um após fazer o drop back, que pareceu um pouco mecânico.

O fato de Mahomes estar participando de um treino leve menos de sete dias após a contusão, que parecia grave inicialmente, é uma boa notícia. Agora, resta vermos como os Chiefs vão proceder com seu principal astro e ver se adotarão uma cautela extrema, já que o cronograma inicial indicava que o signal caller ficaria afastado por três semanas pelo menos.

Em outras boas notícias do departamento médico dos Chiefs, o left tackle Eric Fisher (hérnia esportiva) e o defensive tackle Chris Jones (virilha) retornaram aos treinos nesta quarta. Fisher perdeu os últimos cinco jogos e Jones ficou de fora das últimas duas partidas.

– No New Orleans Saints, o quarterback Drew Brees acredita que ele estará pronto para jogar nesta semana. Ao ser questionado se estaria em campo neste final de semana contra o Arizona Cardinals, o camisa 9 respondeu “esse é o plano”, segundo Steve Wyche, da ‘NFL Network’.

Ainda não há um plano definido, mas o QB de 40 anos de idade afirmou que se sente preparado para voltar aos campos, depois de passar por cirurgia no polegar em setembro.

Brees observou que ele precisa passar pelos treinos se sentindo bem nesta semana, então o otimismo demonstrado nesta quarta ainda é meramente um indicador inicial. É preciso ver antes se o polegar vai responder aos treinos como o astro deseja.

Mas, até agora, boas notícias. Brees treinou de forma limitada nesta quarta, no primeiro treino dos Saints na semana. Ele disse que se sentiu bem lançando e frisou que fazer um snap foi mais fácil do que ele previa.

O técnico Sean Payton disse em uma teleconferência com repórteres setoristas dos Cardinals que ele pode esperar até domingo para tomar uma decisão em relação a Brees jogar ou não.

O cronograma inicial depois que Brees lesionou seu polegar na semana 2 e passou por cirurgia era de quatro a seis semanas de reabilitação. Neste domingo, chegaremos à marca de cinco semanas.

Em outras notícias do DM dos Saints, o running back Alvin Kamara (tornozelo/joelho) e o tight end Jared Cook, duas das principais armas ofensivas da equipe, não treinaram nesta quarta.

– No Jacksonville Jaguars, Nick Foles deu um passo adiante em sua recuperação. O quarterback retornou nesta quarta aos treinos dos Jaguars, ainda que de maneira limitada, enquanto se reabilita de uma lesão na clavícula.

Foles está afastado desde a semana 1, quando fraturou a clavícula após apenas 10 jogadas contra o Kansas City Chiefs.

O QB de 30 anos de idade foi colocado na injured reserve e estará elegível para retornar aos campos na semana 11. O plano é elevar Foles ao elenco ativo nesta semana, segundo Ian Rapoport, da ‘NFL Network’, e o fato de ele estar voltando aos treinos é o primeiro passo para isso se concretizar.

Agora, o questionamento é se Foles vai imediatamente substituir Gardnew Minshew no time titular se ele estiver saudável na semana 11. Minshew, um QB calouro, vem atuando bem como titular e se tornou o primeiro jogador com 10 ou mais passes para TD e duas ou menos interceptações nos primeiros sete jogos da carreira desde 1950, segundo o NFL Research.

– No Atlanta Falcons, o técnico Dan Quinn deixou claro que Matt Ryan não participaria dos treinos desta quarta, enquanto ele segue se recuperando de uma entorse no tornozelo.

Ryan sofreu a contusão no último quarto da derrota de domingo para o Los Angeles Rams. O camisa 2 saiu do jogo após ser examinado na lateral do gramado.

Mais cedo nesta semana, Quinn disse aos repórteres que os Falcons vão se planejar para o caso de Ryan jogar e também para o cenário em que ele será um desfalque. Contudo, ainda não há motivo para pânico para os torcedores de Atlanta, já que o head coach havia previsto na segunda que Ryan não treinaria no início da semana, mas ainda teria chances de jogar mais para o final da semana.

– No Minnesota Vikings, o wide receiver Adam Thielen ficará fora do Thursday Night Football contra o Washington Redskins, que abre a semana 8 da temporada 2019 da NFL.

Thielen, que lesionou o músculo posterior da coxa direita no último domingo, foi descartado no último relatório de lesões dos Vikings antes do jogo, depois de não treinar durante toda a semana. Ainda que a ressonância magnética pela qual Thielen passou na última segunda não tenha revelado uma lesão significativa, o time de Minnesota resolveu adotar a cautela em uma semana mais curta de preparação.

Assim, a sequência de 87 jogos disputados pelo WR vai chegar ao fim na noite desta quinta.

O único outro jogador dos Vikings que recebeu uma designação no relatório de lesionados foi o defensive tackle reserva Jalyn Holmes, listado como questionável com uma doença depois de não treinar nesta quarta.

– No Washington Redskins, o running back Adrian Peterson foi listado como questionável para o Thursday Night Football contra o Minnesota Vikings devido a uma lesão no tornozelo. O cornerback Josh Norman (coxa/mão) e o safety Montae Nicholson (tornozelo) também foram listados como questionáveis para o embate contra os Vikings.

– No New York Jets, o quarterback Sam Darnold está usando proteção no pé e mancando devido ao resultado de uma unha danificada que foi removida. O signal caller não treinou nesta quarta-feira.

Darnold está sofrendo com mais resultados de uma atuação horrorosa na derrota por 33 a 0 para o New England Patriots, no Monday Night Football, quando ele acertou apenas 11 passes de 32 para 86 jardas e cometeu cinco turnovers no total, incluindo quatro interceptações.

Os Jets jogam contra o Jacksonville Jaguars no domingo. E o status do linebacker C.J. Mosley segue nebuloso. Após ficar afastado por seis semanas com uma lesão na virilha e voltar a atuar contra os Patriots, Mosley parece que agora está com um problema mais grave e não treinou nesta quarta.

Também nos Jets, a disputa entre o time e o guard Kelechi Osemele chegou a um novo nível, com Osemele declarando nesta quarta que ele passará por cirurgia na quarta para reparar uma ruptura no labrum do ombro direito, mesmo se não for autorizado pela franquia nova-iorquina.

Osemele afirmou que recebeu uma terceira opinião médica nesta terça de um médico de Boston, que recomendou cirurgia imediata. Kelechi frisou que a contusão é “bem ruim” e que seu labrum está “arrancado dos ossos”.

Os Jets não comentaram sobre o assunto, mas fontes disseram à ‘ESPN’ que o time acredita que Osemele pode jogar com a dor e passar por cirurgia após a temporada. A organização está multando o jogador de linha ofensiva por conduta prejudicial ao time, já que Osemele não está treinando.

– No New York Giants, o running back Saquon Barkley (tornozelo) e o wide receiver Sterling Shepard (concussão) treinaram de forma limitada. O técnico Pat Shurmur disse que espera que Barkley consiga atuar nesta semana contra o Detroit Lions. Já o cornerback Corey Ballentine não treinou e segue no protocolo de concussão.

– No Buffalo Bills, o wide receiver John Brown não estava no treino durante a parte aberta à imprensa. Ele jogou com uma lesão na virilha na semana passada contra o Miami Dolphins, fazendo cinco recepções para 83 jardas e um touchdown.

– O Detroit Lions elevou o running back Paul Perkins do elenco de treinamento (practice squad) para o elenco ativo, depois de colocar Kerryon Johnson na injured reserve.

– No Philadelphia Eagles, o técnico Doug Pederson disse que o wide receiver DeSean Jackson (abdômen) não iria treinar, mas observou que ele está “chegando perto” disso.

– No Arizona Cardinals, o técnico Kliff Kingsbury disse que o running back David Johnson (costas) não ia treinar nesta quarta. Os Cards contrataram os running backs Alfred Morris e Zach Zenner, movimentações que o head coach frisou que são necessárias para ter opções para os treinos.

– No Cincinnati Bengals, o wide receiver A.J. Green (tornozelo) e o defensive end Carlos Dunlap (joelho) treinaram de forma limitada. O offensive tackle Cordy Glenn retornou aos treinos depois de ficar afastado nas últimas semanas devido a uma concussão.

– No Carolina Panthers, o linebacker Brian Burns (punho) não treinou, enquanto que o defensive tackle Gerald McCoy (joelho) e o linebacker Shaq Thompson (tornozelo) treinaram de forma limitada. O cornerback Donte Jackson (virilha), que está afastado desde a semana 3, treinou normalmente.

O quarterback Cam Newton (pé) não treinou nesta quarta, mas foi visto fazendo reabilitação em separado pelo segundo dia consecutivo. “Até agora, tudo bem”, falou o técnico Ron Rivera aos repórteres, ao ser questionado sobre a recuperação do signal caller.

– No Los Angeles Chargers, o offensive tackle Russell Okung treinou nesta quarta e deve fazer sua estreia nesta temporada nesta semana contra o Chicago Bears, como disse o técnico Anthony Lynn.

– O Tennessee Titans designou o kicker Ryan Succop para retornar da injured reserve. Succop foi colocado na IR no começo da temporada devido a uma lesão no joelho. Agora, ele pode começar a treinar e não pode ser colocado no elenco ativo antes do término da semana 8.

– No Denver Broncos, o offensive tackle Ja’Wuan James treinou normalmente pela primeira vez desde que lesionou o joelho na semana 1. O linebacker Justin Hollins (joelho), que saiu mais cedo do jogo contra o Kansas City Chiefs, na semana passada, treinou de maneira limitada.

– No Green Bay Packers, o wide receiver Davante Adams (dedo do pé) não participou do treino desta quarta. O quarterback Aaron Rodgers (joelho) treinou de forma limitada, assim como o tight end Jimmy Graham (tornozelo).

– No San Francisco 49ers, o left tackle Joe Staley (fíbula) voltou aos treinos de maneira limitada nesta quarta. Staley está afastado da equipe desde a semana 2.

– No Pittsburgh Steelers, o linebacker Anthony Chickillo foi colocado na Lista de Isenção do Comissário pela NFL. O desenvolvimento se dá três dias depois de o defensor ser preso devido a um caso de suposta violência doméstica envolvendo sua namorada.

Enquanto estiver na lista, Chickillo não terá permissão para comparecer a jogos e treinos, mas tem permissão para frequentar as instalações dos Steelers para treinos individuais, reuniões, terapia, reabilitação e outras atividades não diretamente relacionadas ao futebol americano, caso ele receba permissão da organização.

A NFL vai investigar o incidente, segundo Brian McCarthy, porta-voz da liga.

Fonte: https://www.quintoquartobr.com/nfl/patriots-coloca-josh-gordon-na-ir-veja-boletim/