Com trio ofensivo como titular, Atlético tem mais de 60% de aproveitamento no ano

Para o clássico desta quinta-feira, contra o Cruzeiro, no Mineirão, o técnico Rodrigo Santana vai manter a base do time do Atlético que vinha jogando antes da pausa para a Copa América. Isso quer dizer que o trio de meia-atacantes, formado por Luan, Cazares e Chará vai continuar na equipe titular. Com eles juntos, o alvinegro tem 61,5% de aproveitamento na temporada 2019.
Os três foram escalados juntos como titulares em 13 partidas. Foram sete vitórias do Atlético, três empates e três derrotas. Em um dos reveses, para o próprio Cruzeiro, no primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro, no Mineirão, Cazares foi substituído no começo do primeiro tempo, quando o placar ainda apontava o empate sem gols.
Quando jogaram juntos, Cazares foi quem teve o melhor desempenho individual (se forem analisados apenas os números). Foram quatro gols e sete assistências do equatoriano. Chará soma cinco gols e uma assistência, enquanto Luan balançou as redes uma vez e deu quatro passes para os companheiros marcarem.

Jogaram pouco

Os três jogaram juntos em apenas 13 dos 39 jogos do Atlético na temporada. Alguns fatores explicam a pouca participação deles. O primeiro é a utilização da equipe reserva. Em nove partidas, os titulares foram poupados pelos técnicos Levir Culpi e Rodrigo Santana.
O trio também não jogou junto por opção técnica. Durante a disputa da Copa Libertadores, Chará perdeu espaço com Levir Culpi. Coincidentemente, a equipe caiu de rendimento. Ele só voltou a começar um jogo com a equipe titular com Rodrigo Santana.
O terceiro fator para o pequeno número de jogos do trio foi a lesão de Cazares. Na primeira partida da decisão do Mineiro, o meia se lesionou e só voltou ao time titular pouco mais de um mês depois. Nesse período, o Atlético entrou em campo sete vezes.
Para o jogo desta quinta-feira, o primeiro das quartas de final da Copa do Brasil, o técnico Rodrigo Santana deve escalar o Atlético com: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison; Luan, Elias, Cazares e Chará; Alerrandro.


Participação em gols e assistências quando jogaram juntos como titulares

Gols

  • Chará – 5
  • Cazares – 4
  • Luan – 1

Assistências

  • Cazares – 7
  • Luan – 4
  • Chará – 1

Números do Atlético quando o trio foi titular

  • 7 vitórias
  • 3 empates
  • 3 derrotas
  • 28 gols marcados
  • 14 gols sofridos


Jogos do trio como titular

  • 20/01 – Atlético 5 x 0 Boa Esporte – Campeonato Mineiro
  • 27/01 – Cruzeiro 1 x 1 Atlético – Campeonato Mineiro
  • 30/01 – Atlético 4 x 0 URT – Campeonato Mineiro
  • 5/02 – Danubio-URU 2 x 2 Atlético – Copa Libertadores
  • 12/02 – Atlético 3 x 2 Danubio-URU – Copa Libertadores
  • 20/02 – Defensor-URU 0 x 2 Atlético – Copa Libertadores
  • 14/04 – Cruzeiro 2 x 1 Atlético – Campeonato Mineiro
  • 18/05 – Atlético 2 x 1 Flamengo – Campeonato Brasileiro
  • 25/05 – Grêmio 1 x 0 Atlético – Campeonato Brasileiro
  • 2/06 – Atlético 4 x 0 CSA – Campeonato Brasileiro
  • 6/06 – Santos 1 x 2 Atlético – Copa do Brasil
  • 9/06 – Santos 3 x 1 Atlético – Campeonato Brasileiro
  • 13/06 – Atlético 1 x 1 São Paulo – Campeonato Brasileiro

Fonte: https://www.mg.superesportes.com.br/app/noticias/futebol/atletico-mg/2019/07/09/noticia_atletico_mg,1168734/com-trio-ofensivo-como-titular-atletico-tem-61-5-de-aproveitamento.shtml